Tratados do amor próprio (EP)

by Humbra

/
  • Streaming + Download

     

1.
05:10
2.
03:15
3.
04:12
4.
04:10
5.
02:13
6.
03:21
7.

about

O dark side do amor próprio em 7 passos.
O superego distorcido em descompasso.
Um trato com seus próprios desvarios.

Boneco de vento Records (BNV), 2015.
BNV#005

credits

released March 8, 2015

humbra_
Leonardo Oliveira
Fabiano S. Cunha
Val Waxman
Bruno Monteiro

Produzido por Lê Almeida e humbra.
Gravado e mixado no Escritório entre agosto e dezembro de 2014.
Maracas em "Panorama" por Lê Almeida e Leonardo Oliveira.
Masterizado por João Casaes.
Samplers por Val Waxman.

Ilustração e diagramação por Marco A.
Concepção gráfica por humbra.

Contato: bandahumbra@gmail.com
Soundcloud: soundcloud.com/banda-humbra
Soundcloud BNV: soundcloud.com/boneco-de-vento-records
Youtube: www.youtube.com/channel/UCAivsJZNbiJ2wyrfStEQGNg

tags

license

all rights reserved

about

Humbra Rio, Brazil

Banda de rock alternativo do Rio de Janeiro.

Alternative fuzzy rock band from Rio De Janeiro, Brazil.

contact / help

Contact Humbra

Streaming and
Download help

Track Name: Abrolhos
Será que você entende
O que eu quis te dizer
O mundo não é o bastante
Para quem quer viver
Quem sabe você não sente
Consegue perceber
A vida é sempre instigante
Pra quem consegue ver

Já faz um mês que tudo se desfez
E eu ainda não sei por onde comecei
Tudo o que eu sei é que caminhei
Mas eu ainda não sei por onde comecei...

Quem sabe você entenda
Talvez um pouco mais
E não me pergunte por quê
Quero voltar...

Se você só quiser sonhar e não acordar
Abra os olhos

Quem sabe você entenderá...
Track Name: TENEEC
Volte pro seu lugar
Desista de se oferecer
Estamos aqui
Abra os olhos e veja

O que aconteceu
Com aquele seu jeito de olhar pra mim
Te digo que ainda sou eu
De quem vai lembrar quando você partir

Pare de se machucar
Que eu não quero mais você
Não, não me escreva mais
Que eu não quero saber

O que aconteceu
Com aquele seu jeito de olhar pra mim
Te digo que ainda sou eu
De quem vai lembrar quando você partir
Track Name: Paralelos
Tanta insensatez
Dores que eu te dei
Não sei se vi, ou imaginei
Léguas eu sonhei
Eu sofri uma única vez

Todo o seu jardim
Sonhei para mim
Rosas eu guardei
Flores cultivei
Eu sofri uma única vez

Mas tudo sempre foi assim
Você segue sem ouvir
A solidão não está em mim
Vai passar a chuva levará

Tanto quis quitar
Resta ainda crer
Paralelo a mim
Sigo sem saber
Imaginar o que será
Tecer o que se vê
Eu sofri uma única vez
Track Name: Adormecer
Se o mundo acabar
Se o sonho terminar
Mas se a vida continuar
E ninguém acordar
Eu não sei...

Se o vento não soprar
Se o sol não mais brilhar
Mas se a vida continuar
E ninguém mais acordar
Eu não sei como adormecer

Se o fim nos alcançar
Se o ocaso enfim chegar
Mas se a vida continuar
Meu Deus, alguém vai acordar
Eu não sei como adormecer

Não ter que perceber
Apenas não sofrer
Track Name: Minha fé
Seja onde for
Ser o que me vê
Ser a minha fé
Ser o que eu quiser

Seja como for
Ser o que eu sou
Ser a minha dor
Ser o que eu quiser

Ser tão livre da dor
Estar além do que for
Acreditar no que sou
É a minha fé
Track Name: Panorama
Vejo algo no alto sem fim
Vejo as tardes que passam por mim
Vejo algo que já não me vê
Vejo mais

Vejo tudo em partes iguais
Vejo pouco de tudo que vem
Vejo idéias mancharem jornais
Vejo mais e bem mais

Vejo do lado de lá tantos rostos
Percebo que vejo só você
Vejo o homem definhar
Vejo o céu escurecer
Vejo o que não mais se vê

E mais ninguém...
Só você
Track Name: Jardim dos gestos
Mentir, sem ninguém insistir
E ser o que eu não quero ver
Melhor não ter o que dizer
Eu vou me despedir

Ninguém sabe ler
O que está em meu coração
Se sou minha própria solidão
Então, quem é você?
Quem é você?

Vejo sempre tudo pelo fim
Mas é tão cedo para aceitar
Ainda era como acordar
De um sonho em seu jardim
Ou não...

Não vou mais acreditar em ninguém
Não vou mais acreditar em ninguém
Nem em mim...